quinta-feira, 26 de abril de 2012

Como surgiu o fim de tarde?



Com seu pincel melado de tinta e olhar detalhista, pegou mais uma de suas telas e resolveu pintar um quadro como costuma fazer todos os fins de tarde.
 
Logo começa a imaginar o que poderia ser pintado e começou a pensar:

-Quem sabe uma floresta? Pensou. Mas, lembrou-se que já tinha feito uma dessa.
-Quem sabe alguns animais? Porém, essa também Ele já havia pintado.
-E quem sabe um céu surrealista cheio de pontinhos brilhantes?
Todavia, também já tinha feito.
-Já sei! Irei pintar um mar com variações de verdes e azuis.
Entretanto, recordou que já tinha feito uma tela que a denominou “O DILUVIO”.
Então, vendo que já tinha pintado tudo aquilo que imaginara naquele momento, respirou fundo e optou por sair do comum e preferiu brincar com as cores pintando num azulejo com seus dedos. (Pintar com os dedos no azulejo é uma arte fantástica)

E, quando terminou “viu que era muito bom”.

Depois desse dia Ele prefere brincar com as cores e expor suas obras de arte todo fim de tarde no céu, a fim de que aqueles que observam suas obras aprendam a tirar um momento para sair do convencional e brinquem, não como gente grande, mas, como crianças.

E assim surgiu o fim de tarde...

3 comentários:

  1. Mano que belo texto. Transmite sentimento, realidade, com clareza e reflexão. Olhar o pôr de sol em momentos de solitude nos faz contemplar uma verdadeira obras prima. Obra esta que supera em valor telas como a de Picasso, ou Leonardo da Vinci, pois transmite vida e amor. Quando estamos com o coração sensível podemos refletir observando cada detalhe da criação que com muita singeleza anuncia o Criador. O pôr do sol em silêncio interno e externo, nos faz perceber a suave voz que esbanja graça e misericórdia nos dizendo: "Tudo que criei é bom, mas você ainda é melhor". Passemos mais momentos e solitude e silêncio para perceber o Pai nos mínimos detalhes, até mesmo na brisa suave que passa em nosso rosto. Paz e bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Daniel,
    Você comentou exatamente como estava antes de escrever esse post...

    ResponderExcluir

Compartilhe conosco sua opinião, seu pensamento, suas dúvidas, deixe seu contato. Enfim. Seja livre pra expressar o que de melhor vc tem.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...